segunda-feira, 17 de junho de 2013

Never Give Up

3º Temporada - 34º Capítulo


[Falei indo até ela: Você acha que o Justin ficaria bravo se eu esperasse mais dois meses para voltar a morar com ele, ele ficaria muito bravo?]

Ela riu e disse: Você está falando sério Seu nome? Ele vai ficar muito bravo, e vai pensar que você não quer mais morar  com ele.
Passei as mãos no rosto: Você não está ajudando.
Ela disse: O que você queria que eu dissesse? Eu que convivo pouco com ele sei que vai ficar bravo. Você que já o conhece até do avesso deveria saber.
Falei andando pelo quarto: Eu sei, mas eu queria que ele não ficasse bravo. Eu tenho meus motivos.
Ela disse curiosa: Ah, tem? Quais motivos? 
Puxei meu cabelo para um lado e falei: Eu... Estou insegura. Não vou saber o que fazer quando eu estiver lá sozinha. Eu queria esperar mais um tempo e estudar mais sobre isso. Eu andei lendo uns livros pela internet sobre gravidez e estou com medo.
Ela disse: Ele é seu namorado, e se você conversasse sobre isso com ele, iria entender. Você não tem do que ter medo. Sabe que ele contratou empregadas que sabem lidar com o que você está passando. Você também me disse que a governanta é ótima e ainda tem a Pattie. Lá é seguro.
Falei: Mas eu não tenho muita amizade com elas a ponto de pedir ajuda com a gestação. E o pior, a Pattie não mora mais lá.
Ela disse surpresa: Não mora? Por que?
Falei: Eu não sei. Ela voltou a morar no Canadá, mas estará lá para nos ajudar. Enfim, o que eu faço?
Ela escondeu os lábios pensativa e disse: Eu acho que você deveria ir. Mas se você não se sente bem ou acha que não é a hora certa, depende de você.
Me joguei na cama e falei: Eu estou confusa. E também tem a mídia, que está me pressionando sobre a gravidez. Desse jeito eu vou acabar confessando de uma vez.
Ela disse: Sua barriga já está aparecendo Seu apelido. É claro que eles vão desconfiar.
Falei: E por que tudo tem que acontecer de uma vez? Ontem o Justin estava uma pilha de nervos por conta dos paparazzi. Eles são um pé no saco.
Ela disse: Você está grávida Seu nome Lopes. Não tem nada de anormal acontecendo.
Suspirei e falei: Eu sei, mas mesmo assim eu ainda não me acostumei com tudo isso. Enfim, vamos mudar de assunto.
Ela sorriu e disse: E eai, ajudou em alguma coisa eu ter dormido fora?
Ri e falei: Com certeza.
Ela disse: Pelo jeito rolou de tudo.
Falei: Eu não disse nada.
Ela disse: Sua cara de quem não é santa já me provou.
Falei: Na verdade, eu que deveria estar te falando isso. 
Ela disse: Mas eu não tenho namorado.
Falei: Falando nisso, posso te fazer uma pergunta?
Ela desviou o olhar curiosa e disse: Manda.
Falei: Você e o Fredo já... Tiveram algum tipo de relação mais intima?
Ela arregalou os olhos e disse: Por que está me perguntando isso?
Sorri e falei: Curiosidade. Você sempre sabe sobre mim e o Justin.
Ela disse: É, mas vocês são namorados. 
Falei: Responde Megan. 
Ela disse: Nós...já, mas isso demorou para acontecer.
Tudo bem, minha irmã de 20 anos me parece ser mãos santa do que eu nesse tipo de assunto. Pelo menos foi o que eu percebi. Apesar que, ela já dormiu com dois caras se não me engano. Contando com o Fredo, claro. 
Falei confusa: Sério?
Ela assentiu e disse: Sim, por que a surpresa?
Dei os ombros e falei: Sei lá. Você tem 20 anos e eu 18, e... Você entendeu meu ponto de vista?
Ela assentiu e disse: Sim. Por isso eu digo que perto de você sou uma santa. Daqui a pouco você está casada e eu ainda estou aqui, curtindo.
Falei alto: Ou, casada não. Eu não sou louca de casar antes dos 22.
Ela disse: Do jeito que você e o Justin estão? Duvido que demore tanto assim. 
Falei surpresa: Por que você acha isso?
Ela disse descontraída: Ah, vocês estão tao apaixonados e são meio que melhores amigos ao mesmo tempo. Não dou um ano para vocês ficarem noivos.
Falei: Noivos? Não pira Megan. Ele sabe que eu não aceitaria, tão cedo. 
Ela disse: Ele é homem Seu nome. O Justin vai querer casar com você.
Falei: Tá, eu também quero, mas não agora. 
Ela balançou a cabeça e disse: Você não está me entendendo. Deixa quieto.
Falei: Não, agora me explica.
Ela voltou a mexer no notebook e disse: Logo você verá que eu estou certa.
Suspirei e tirei minha sapatilha. Sentei-me na cama com as pernas cruzadas e liguei a tv.
Falei: O que você vai fazer para o nosso jantar?
Ela riu e disse: Quem vai cozinhar hoje é você.
Falei: Ah não. Eu estou cansada. 
Ela disse: Cansada do que?
Falei: Dá uma trégua. Eu estou grávida e fico cansada fácil. 
Megan riu e disse: Mas já está usando 
essa desculpa?
Ri e falei: Não é desculpa.
Megan disse: Falando nisso, já decidiram o nome?
Prendi o cabelo em um coque e falei: Esse assunto é confuso. Ou será Brian, ou Allissa.
Ela disse: Você acha que será qual dos dois?
Falei: Eu não sei! Eu e o Justin até fizemos uma aposta. 
Ela disse: Quero só ver como vocês irão lidar com tudo isso.
Falei: Para de pensar assim, vai dar tudo certo.
Megan continuou mexendo no notebook e peguei minha bolsa para fazer as lições e aproveitei para estudar para todas as matérias, já que as provas começam semana que vem.
Se eu falasse para o Justin que só voltarei para a Califórnia em dois meses, ele vai ficar muito bravo e chateado. Mas eu não quero que ele pense que eu estou evitando voltar a morar com ele, porque não é isso que está acontecendo. Eu só quero esperar mais um tempo para ter certeza do que vai acontecer, ter certeza de que seremos bons pais e não iremos brigar tanto como hoje em dia. Eu queria que ele me entendesse, mas o Justin já esperou tanto tempo. Não sei o que fazer. 
Terminei de estudar quando já era noite e Megan desceu para fazer o nosso jantar. Meus pais já haviam saído mesmo e eu teria que lavar a louça, tomar banho e finalizar meu trabalho. 
Vesti meu pijama e continuei no quarto terminando o trabalho, e deixei a porta aberta caso a Megan precisasse falar comigo.
Peguei meu celular e haviam 6 mensagens do Justin.

''Acabei de deixar o jato amor''.

''Já sinto sua falta''.

''Ok, você não está com o seu celular, mas mesmo assim, eu amo você e a Allissa''.

''E eu vou ganhar essa aposta''.

''Beleza, não precisa responder mesmo''.

''O Za já chegou e como o Ryan ainda está aqui vamos sair hoje, mas como eu AINDA não venci a nossa aposta, tudo controlado''.

Ele manda tantas coisas seguidas, como se fosse realmente uma conversa, mas eu ainda não tinha visto nada. Que insistência de falar que o nosso ou nossa filha é menina. E se for Brian? Ele vai negar? Óbvio que não, mas creio que não seria legal ele saber que o seu pai esperava que ele fosse uma menina. Brian Bieber seria um nome tão lindo. Allissa Bieber também, mas Brian combina mais. Ele não lê meus pensamentos mesmo, então posso confessar que estou louca para que seja uma menina. Mas se for menino, pode ter as feições do Justin e ser lindo igual ao pai. E a Allissa pode ser linda igual a mim. Isso é legal. Modéstia a parte, claro. 
Respondi-o e ficamos conversando por um tempo. Até parece que não nos vimos hoje.
“Vem jantar Lopes Bieber”
Ri e gritei: Estou indo.
Desci as escadas com o celular na mãos e falei: O que nós vamos comer?
Ela disse: Espaguete, e não reclama.
Falei: Mas eu nem falei nada.
Ela disse enquanto pegava os copos: Mesmo assim, eu sei que você adora reclamar das coisas que eu faço.
Revirei os olhos e falei: Tá Megan, tá.
Nos sentamos na mesa e ela começou a mexer no celular, falou: Você não fala mais com aquele gatinho?
Falei risonha: Que gatinho?
Ela disse tentando explicar: Aquele lá, que você conheceu na sua viagem de formatura.
Franzi a testa e falei confusa: De quem você está falando Megan? O Keaton?
Ela rapidamente assentiu e disse: Isso, esse mesmo. Ele é tão lindo! Vocês ainda se falam?
Neguei com a cabeça e falei: Faz tempo que nós não conversamos. Ele nem sabe da gravidez, nem nada.
Ela disse: O Justin deve adorar isso.
Ri e falei: Ele nem deve lembrar mais dele. De todas as pessoas no mundo, a única implicância fixa é o Harry.
Ela riu e disse: Mas isso passa, você vai ver.
Ri e falei: Não é tão fácil assim. Quando o Justin implica, não há quem tire isso da cabeça dele 
                                         Justin pov

Já era noite quando saímos do apartamento com o meu carro. O Dustin veio com a gente, só para o caso de que sejamos reconhecidos facilmente e também por questões de segurança. O Za foi na frente comigo e o Ryan atrás com o Dustin. Eu não queria que ele fosse dirigindo, porque assim eu me sinto controlado, sendo que estou em um lugar tranquilo em que toda a vizinhança me conhece, praticamente.
Dei sorte que até agora nenhum deles comentou nada sobre a minha nova casa aqui, sendo que eu estou no Brasil e muitas pessoas me encontram nos lugares o tempo todo.
Decidimos ir à um restaurante e depois jogar boliche, seguido por um clube bem movimentado e conhecido.
Eu avisei a Seu nome que iriamos nos divertir, mas eu sou um cara controlado e não vou ficar bebendo igual da última vez. Pelo menos não enquanto eu não ganhar essa aposta. Eu não estou levando em consideração a criança, quero dizer, eu vou amá-la da mesma maneira, sendo Allissa ou Brian, mas algo me diz que será uma menina e eu não gosto de perder. Quero ver quando descobrirmos o sexo do nosso filho e ela se conformar de que perdeu para mim.
Só de pensar que em duas semanas já estaremos de volta para a nossa casa, lá na Califórnia eu pareço estar sonhando. Quero tanto estar no nosso quarto, acompanhando de perto a transformação do quarto ao lado, do nosso bebê e poder finalmente dizer ao mundo que eu serei pai, mas dessa vez é para valer. Me sinto tão bem só de pensar que estou construindo minha própria família, um pouco cedo talvez, mas no tempo certo.
Seria ótimo se nessa quarta-feira conseguíssemos ver no ultrassom a Allissa, ou Brian... Não consigo me acostumar com a ideia de dois nomes. Para mim será Allissa e pronto. Apesar que, Brian Bieber é um nome incrível e com certeza será do nosso segundo filho. 
Quando eu estava deitado com ela na noite de ontem, confesso que cheguei a pensar no nosso futuro, talvez se as coisas seriam tão boas como agora daqui uns anos, se as brigas tolas serão pelos mesmo motivos, se os bons momentos serão a todo momento e essas coisas. Obviamente ela já pensou que daqui uns anos estaremos noivos, ou até mesmo casados, mas com certeza bem mais para a frente. Eu a amo e ela também me ama, sabemos que somos perfeitos um para o outro e não precisamos oficializar um noivado logo agora, até porque ainda somos muito jovens e temos muitas coisas pela frente. Eu pretendo lançar mais um CD, de tantas músicas gravadas recentemente que sequer foram divulgadas. Projetos para alguns filmes e até mesmo algo mais relacionado a um seriado. A Seu nome sempre disse que eu seria um bom ator, mas ela ri quando me vê tentando atuar algo sério, porque diz que eu sou engraçado. Eu gosto disso, porque assim ela me faz rir.
Estávamos planejando fazer umas fotos daqui um tempo, já que ela está se formando para isso e ama sair em fotos, principalmente comigo. Acho que seria legal e poderíamos fazer uma moldura enorme para colocar no nosso quarto, e em todos os lugares da minha casa da Califórnia, de Boston, do Canadá e até mesmo daqui de Fernando de Noronha. 
Já que eu pretendo vir com ela passar uns dias para descansar quando nossa filha, ou filho já estiver um pouco crescido.
São tantos planos para um futuro não muito próximo, mas que me fazem pensar o dia todo na mesma coisa e bater na mesma tecla. Será que tudo isso irá acontecer da maneira como eu imagino? E se ela desistir de mim, ou um dia cansar de nós? Tudo pode mudar de uma hora para outra, mas o meu amor or essa garota só cresce.
Pensei tanto sobe isso, que quando me dei conta já estávamos a caminho do clube. O boliche foi demorado e por um maldito ponto eu perdi para o Za. 
Estacionei o carro em frente e o Dustin disse: Estamos sendo seguidos.
Olhei para trás e falei arrumado os óculos : Onde? São fotógrafos?
Ele assentiu e disse: Pelo que me pareceu, sim. É bom você tomar cuidado. Eles já sabem que está aqui.
Ryan disse: Alguém do prédio deve ter comentado que nós saímos de lá para jantar e já devem estar nos seguindo há um tempo.
Falei ao descer do carro: Tentem ignorar. Principalmente você Za, que se deixar sai no soco com eles.
Ele riu e disse: Qual é Justin? Eu estou tranquilo agora. Só quero curtir.
Ryan concordou e disse: Eu também. Não tenho compromisso com ninguém mesmo.
Eles riram e eu certamente entendi a indireta. 
Arrumei minha jaqueta e coloquei o boné para trás. Dustin passou ao meu lado e entramos no clube. Estava lotado como todas as outras e fomos direto para a pista. Dustin disse: Preste atenção por onde você anda.
Assenti sem opinar e guardei meu celular no bolso. Za já estava lá no meio se divertindo com um copo de bebida na mão conversando com alguém, enquanto o Ryan ficou ao meu lado, procurando por uma mesa.
Duas garotas se aproximaram e uma delas disse em voz alta, devido a música alta: Pode tirar uma foto comigo?
Sorri e falei: Claro. Venha aqui.
Ela me abraçou e a outra garota tirou a foto. A menina me abraçou forte e disse: Obrigada. Eu te amo. 
Acenei e falei em leitura labial: Eu também.
Gosto de ver o quão sinceras elas são quando dizem que me amam.

[...]

             1 mês

''Para de agir desse jeito Justin, eu estou tentando conversar com você''.
Revirei os olhos e falei assim que parei no meio da escada: Agir desse jeito? Faz quase 5 meses que eu estou aqui no Brasil, te esperando, te acompanhando para o médico quase toda semana, estou aqui só por você e agora você diz que não quer voltar a morar comigo? 
Ela parou atrás de mim e segurou meu braço: Você sabe que não é isso. Eu sei que você ficou todo esse tempo aqui só por mim, mas eu não sei se seria uma boa ideia voltar logo agora. Tenta me entender?
Falei irritado: Te entender Seu nome? Como você quer que eu te entenda? Por que você não quis saber o sexo do nosso filho até agora? Por que não quer voltar a morar comigo? Por que não transfere sua faculdade? Tudo isso é tão difícil pra você?
Fui até seu quarto e deixei a porta aberta. Por sorte estamos sozinhos, porque se a Márcia estivesse aqui ela já iria falar que não podemos ficar brigando tanto e a Megan iria se meter e falar que sabe como eu me sinto, como se ela me entendesse.
Seu nome veio atrás de mim e disse: Justin, olha pra mim.
Olhei torto para ela e falei: Há quase um mês eu achei que iríamos voltar para Calabasas, mas não, você quer morar para sempre aqui no Brasil, como antes, não é? Tudo bem, fique aqui então, mas eu quero ver a minha filha todos os dias.
Ela me encarou surpresa e disse: Do que está falando? Onde você vai?
Falei passando na frente dela: Eu vou voltar para a minha casa, coisa que eu já deveria ter feito há muito tempo.

                              Seu nome pov

Ele não pode estar falando sério. Como o Justin decide voltar para a Califórnia sozinho? Quero dizer, sem mim. 
Segurei-o pelos braços e falei: Justin. Para com isso.
Ele voltou seu olhar a mim e disse: Com isso? Eu ainda não fiz nada. Você que deveria parar com tudo isso, e aceitar que é comigo que você tem que ficar.
Passei uma das mãos em seu rosto e falei com a voz mansa: Você precisa pensar no que você fala. Eu quero ficar com você, mas eu não posso voltar agora.
Ele disse sem nenhuma expressão: E quando você vai voltar?
Dei os ombros e falei confusa: Eu não...não sei. Talvez daqui um mês.
Ele bufou impaciente e disse: Se você não quer mais nada comigo, pelo menos deveria ter falado e não agido desse jeito. Não precisa dizer mais nada.
Justin passou correndo pela porta do quarto e desceu as escadas. Arrumou o boné na cabeça e olhou-me quando estava parado na porta.
Eu fiquei na ponta da escada e falei seca: Se é isso que você quer, vai embora então.
Ele assentiu e abriu a porta da sala. Juro que eu não imaginei que ele iria realmente sair da minha casa assim, tão friamente e depois de uma briga dessas.
Passamos cerca de 20 minutos discutindo, desde que eu tentei conversar com ele sobre isso. O que eu faço?
Desci as escadas um pouco devagar e fui até a porta da sala. Assim que abri-a, vi seu carro disparado no fim da rua, é, ele foi embora.
Sentei-me na escada sozinha e quando percebi já estava chorando. Peguei meu celular do bolso e mandei uma mensagem para ele:

''Eu não acredito que você foi''.

Em questão de segundos, ele respondeu:

''Você pediu''.

''Por que você não veio comigo?'' 

Meus pais não podem chegar agora, e muito menos a Megan. Em pleno sábado ela foi passar a tarde na casa de algum amigo para aproveitar a piscina. Meu pai foi viajar á trabalho e só volta amanhã cedo. Já minha mãe, como sabia que eu e o Justin precisávamos conversar, resolveu passar a tarde fora, provavelmente na casa da minha avó. 
Eu só queria voltar no tempo em uma hora atrás, quando estávamos deitados no sofá assistindo tv, e conversando numa boa. Por que ele tomou essa atitude de voltar sozinho para a Califórnia? Por que eu não fui com ele? Por que eu ainda estou aqui? Não sei mais o que fazer.
Eu poderia ser louca a ponto de sair correndo até o aeroporto com uma bolsa e chegar a tempo, mas tem a transferência da minha faculdade e ainda hoje o ultrassom, provavelmente para conseguir descobrir se será Allissa ou Brian. Nessas últimas semanas eu evitei fazer o ultrassom, porque estou ansiosa demais e ao mesmo tempo assustada com o que anda acontecendo. 
O que o Justin vai fazer quando chegar na casa dele? Ele está sozinho lá, e vai ficar louco para me ligar que eu sei. Pelo menos eu espero que ele tente falar comigo.

                                         Continuo com 17 comentários 

Buenas para todas. Esse capítulo ficou meio sem graça, eu sei. O próximo será daora, eu acho. Vocês já vão saber quem vai ganhar essa ''aposta''. Pretendo terminar essa fic o mais rápido possível, mas ao mesmo tempo dá uma dor no coração. Faltam praticamente 10 capítulos. Queria saber quem está realmente lendo porque as vezes eu sinto que menos de 10 pessoas leem, mas as vezes aparecem tantas do nada e eu fico confusa. Falem comigo, grata.
Boa noite amo vcs e obrigada pelos elogios <3. Beijo.

25 comentários:

  1. continua , não termina tão cedo assim continua

    ResponderExcluir
  2. continuaaaaaaaaaaaq. adr sua fic.. s2

    ResponderExcluir
  3. continnuaaaaa.... amei

    ResponderExcluir
  4. Perfeitcho ! Lê , tu tem Whatsapp ?

    ResponderExcluir
  5. Continua ta muito perfeito!!! @01_Justin08

    ResponderExcluir
  6. Resolvi aparecer Leh, é que agora eu to namorando e muitas provas, simulados, muita coisa mesmo ai eu dei uma sumida desde o cap 28 mas eu estava lendo tudo. Cara ta de mais, perfeita e a Seu Nome é muito burra, ai que nojo, que mina burra. Ela tinha que voltar junto com o Justin coitado sempre ele que se fera nas brigas e corre atras, poxa ela deveria largar tudo e ir no aeroporto sim atras dele, e depois ela Bia esse negocio de faculdade, guria escrota mas enfim... Ta perfeito. Continua logo beijos. Ah e vc parece ser mt fofinha pessoalmente e um pouco tímida.

    ResponderExcluir
  7. olha leeh eu nunca comentei pq eu lia sempre pelo celular e ñ dava pra comentar, maaas eu ganhei um computador u.u cara vou falar oq eu sempre quis fala... EU AMO RESPIRO VIVO ESSA SUA IB estou lendo a Just Old Memories ♥ muito perfeita... continua logo e me segue no tt pr favor gata beijos sou sua fã n° 1 haha beijos da Polly ><

    ResponderExcluir
  8. eu gostei do capitulo ticia :) Quero que seja menino,acho bonito o nome Brian. Bom estou muito feliz e triste ao mesmo tempo. Amanhã é meu aniversario :) 1 ano de believe. bom to triste pq ta acabando a historia :( mas sempre será uma das minhas preferidas!
    @fuckswagjb

    ResponderExcluir
  9. Tah perfeito senhror esse povo é mt Bipolar a uma hora atras tavam de boa e depois tao quase se matando kkkkk (tah eu exagerei mais foi quase isso kkkkk)
    Continuaaa

    ResponderExcluir
  10. que menina burra cara, é pra ela ir atras dele no aeroporto e largar tudo, depois a mãe dela resolve a faculdade.. nossa tadinho dele, sempre corre atras dela mas agora e a vez dela fazer isso né!?! continuua Lele ta perfeito!! Beijoos @_soutodinhasua

    ResponderExcluir
  11. Meu deus essas suas fics sao perfeitas

    ResponderExcluir
  12. Continuaaaaa
    Emundeis q perfeição

    ResponderExcluir
  13. Continuaaaa please tah perfeito meu deussss nunca li uma ib tao Boa !!!!!

    ResponderExcluir
  14. continua ta perfeito demais @omgjb_

    ResponderExcluir
  15. continuaaa , continua , continua

    ResponderExcluir
  16. 17 fui a ultima a comentar ah :(( , mas enfim ta muito perfeito lets

    ResponderExcluir
  17. lets lets continuaaaaa logo eu amo essa fic , e não quero q ela acabe , faz 4 temporada pleaseee

    ResponderExcluir
  18. cara ela tem q ir atras dele , q se dane a faculdade mas eu acho q foi errado da parte dele não compreende-la e mas acho q se ela não for atras dele ela deve sumir , ou se ela n ão chagar a tempo ela tem q sumir do mapa q nem o jus fez mas dai ela manda o resultado dos exames pra ele ver e bem q podia ser gêmeos pra nem um dos dois ganhar a aposta hsuahsuah cara eu concordo em faz 4 temporada quem concorda comenta e diz 4 no final , beijos

    ResponderExcluir
  19. perfect , perfect , 4

    ResponderExcluir
  20. vc tem que ´´levar´´ ela pra california. o justin tem que chegar lá e ela estar lá, ou a caminho. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa vou morrer, continua logo moça. - @lightdr3w

    ResponderExcluir
  21. continua ai meu deus, perfeito como sempre <3333

    ResponderExcluir
  22. desculpe a demora para comentar lele ameiiii muitooo e estou muito curiosa ahhhh
    @dudinhagarcia2

    ResponderExcluir
  23. vc vai continuar hj ?? pq já passou de 17 comentariios

    ResponderExcluir