segunda-feira, 13 de maio de 2013

Let It Be

39º Capítulo



[Justin entrelaçou suas mãos nas minhas e disse ficando na minha frente: Como você é curiosa.
Falei: Mas é claro. Você me traz aqui do nada e diz que tem uma surpresa, mas não diz nada que me faça entender.] 

Ele sorriu e disse: Bem...Por onde começar.
Justin parou de falar por alguns segundos e suspirou voltando seu olhar ao meu.
Arqueei uma das sobrancelhas ao olhar pra ele, esperando que falasse algo, e ele disse: Primeiro, eu quero que saiba que eu te amo muito mais do que você imagina. Quero te agradecer por todos os momentos que já passamos juntos, e você significa tudo pra mim. Aprendi coisas com você, que nunca pensei antes, e pretendo aprender muito mais, porque juntos podemos descobrir um mundo só nosso. Isso pode ser bobeira, mas creio que com o tempo iremos descobrindo altos e baixos da nossa relação. Você é como o meu porto seguro.
Tá, ou ele aprontou algo, ou não faço ideia do que possa ser. Interrompi-o, tentando entender o que estava acontecendo: Onde quer chegar?
Ele colocou o dedo indicador nos meus lábios e disse: Ainda não terminei.
Justin segurou minha mão novamente e disse: Amanhã, eu vou para outra cidade e terei dois shows. Passarei uns dias fora, mas logo estarei de volta. Quero que saiba, que eu te amo e temos que oficializar essa relação de alguma maneira. Optei pela tradicional, porque eu acho que você esperava por isso tanto quanto eu.
Ela deu-me um selinho e pegou uma caixinha preta do bolso. Eu já imaginei o que tinha ali, ele abriu-a e havia um par de alianças prateadas, e um colar com o meu nome.
Antes que pudesse falar algo, ele disse: É apenas para oficializar de vez, o nosso namoro.
Abracei-o forte e falei: É lindo! Obrigada amor.
Ele colocou a aliança no meu dedo anelar direito, e deu um beijo na mesma. Fiz o mesmo com ele e falei: Eu amo você.
Justin sorriu e deu-me um beijo. Ele deu-me um beijo no canto da boca e disse: Vou colocar o colar em você, vire-se.
Virei-me de costas pra ele, e segurei o cabelo colocando-o para a frente. Ele colocou o colar no meu pescoço e disse: Gostou?
Rapidamente fiz que sim com a cabeça e falei: Eu amei! Obrigada, mesmo.
Ele sorriu animado e me abraçou forte, tirando meus pés do chão. Dei um beijo em seu rosto e falei: Só uma coisa.
Justin disse: O pedido oficial, certo?
Balancei a cabeça e afirmei. Ele segurou minha mão direita, colocando a sua por cima e disse: (Seu nome) Hooper, você aceita ser minha namorada? Eu te amo.
Desviei o olhar pensativa e franzi os lábios: Hum, não sei...Acho que.
Parei no meio da frase e ele desfez o sorriso. Falei: Vou pensar, e depois te respondo.
Ele disse: Sua tonta.
Deu um tapa na minha bunda e falei: Ei!
Ele não disse nada, e abracei-o forte: É claro que sim amor-ri-. Eu estava brincando.
Justin cruzou os braços e disse ao sentar-se na cadeira: Eu não.
Fiz careta pra ele e falei: Você é implicante.
Ele disse: É a terceira vez que você me diz isso.
Abri a porta e saí do biblioteca. Notei que ele veio atrás de mim e me abraçou por trás. Sorri e ele disse: O que quer fazer hoje?
Dei os ombros e disse: Qualquer coisa.
Ele foi até a cozinha e disse: Preciso terminar de escrever algumas músicas, então você pode me ajudar enquanto nos divertimos na piscina. O que acha?
Falei: Por mim está ótimo. Com esse calor, preciso mesmo de uma piscina.
Nos sentamos na cadeira da copa, e os nossos lanches estavam servidos na bancada.
Justin deixou o celular de lado, assim como eu e começamos a comer.
Justin aproveitou que uma das empregadas estava na sala e disse: Pode ligar a televisão, por favor?-ela assentiu- obrigado.
Tomamos suco de laranja, e falei: Quantos dias você ficará fora?
Ele deu os ombros e disse: Provavelmente 3 dias, no máximo. Só voltarei com a turnê mesmo em 20 dias, se não me engano.
Terminamos nosso lanche, e ele disse: Vou pegar meu notebook no quarto e o caderno de músicas. Pode me esperar lá fora se quiser.
Concordei e falei: Vou ficar na área, provavelmente na rede bege.
Fui para a área, e entre as três redes, escolhi a bege, que era a maior e mais confortável de frente para a piscina, porém na cobertura.
Tirei o chinelo e deitei-me olhando para o céu. Estava um sol tao forte, que dificultava minha vista para as nuvens.
Ouvi a voz do Justin, cantarolando de longe e logo ele apareceu com o caderno e o notebook nas mãos.
Falei: Não vai usar o violão?
Ele passou a mão no cabelo e disse: Tinha esquecido. Merda.
Ri e disse: Você só tem um aqui?
Ele fez que não com a cabeça e disse: Óbvio que não, mas eu quero o que está no meu quarto.
Falei como se fosse obvio: Vai buscar.
Ele fez que não com a cabeça e disse: Vou pegar o que está na sala de instrumentos. 
Não respondi, e em instantes ele voltou com o violão todo sorridente. 
Deu o notebook na minha mão e sentou-se na escadinha entre a cobertura e a área da piscina. Pegou o violão e disse: Eu vou ver as melodias que eu criei no caderno, e enquanto eu vou cantando você escreve a música nas minhas notas.
Concordei e falei: Já tem alguma pronta?
Ele fez que sim com a cabeça e disse: Acho que sim, vou tocando pra ver se eu lembro.
Ele tirou a blusa e colocou um boné preto na cabeça. Começou a tocar uma música desconhecida e pelo jeito estava meio perdido no ritmo. Fui anotando tudo o que ele estava cantando, e deixando as estrofes separadas para que não o confundisse.
Da maneira como ele cantava, parecia ser tão fácil escrever músicas e criar melodias, que a cada minuto ele criava mais um trecho e ia cantando. Errava, me fazia apagar as anotações e começava tudo de novo.
Escrevi cerca de 10 músicas que ele foi cantando, e só faltava dar um nome á todas e conferir as batidas, para ver se ficava legal. Esse garoto é muito mais criativo do que eu imaginava.
Passamos a tarde descansando, eu fiquei mexendo no seu notebook deitada na rede, e ele tomava sol deitado na cadeira de descanso, na beira da piscina, enquanto ouvia vários lançamentos das músicas pela rádio.

[...]

Já era noite, quando ainda estávamos lá fora, observando o céu e as estrelas. Na verdade, fomos jantar com a Pattie e voltamos para a área. Esse lugar é bem mais relaxante e fresco para descansar. 
Falei ao empurrá-lo: Para Justin.
Ele riu e disse: Isso te irrita?-continuou a me fazer cócegas nos pés.
Encolhi as pernas e falei: Sim-ri-. Chega.
Justin aproximou-se e disse: Fala com jeitinho que eu paro.
Ri pelo nariz e desviei o olhar dele. Dei-lhe um selinho e falei: Para amor.
Ele sorriu e disse: Paro.
Com certeza, fomos flagrados por fotógrafos, mas nada que um dia sem comentar sobre faça as pessoas esquecerem o assunto.
Meu celular tocou e comecei a procurá-lo. Olhei para o Justin que estava deitado na rede de frente para a minha e falei: Está ai?
Ele fez que sim com a cabeça e disse: Aham.
Ele atendeu antes que eu o impedisse e começou a conversar com a pessoa. Pelo jeito que ele falava, parecia ser o meu pai ou o Vinícius.
Gesticulei para que ele me entregasse o celular, e ao invés disso ele começou a rir. Passou o celular pra mim e disse em um fio de voz: Papai.

                   -Ligação-

-ri-Pai?
-Oi filha. Que horas você volta pra casa?
-Não sei, daqui a pouco eu já vou.
-Vou passar te buscar, estou chegando no condomínio.
-Tudo bem. Só vou pegar minhas coisas no quarto.
-Ok.

              -Ligação-

Justin disse: Ele já está chegando?
Fiz que sim com a cabeça e falei: 5 minutos e ele estará aqui. Preciso pegar minhas coisas no quarto.
Ele dobrou os lábios e disse ao sentar-se ao meu lado: Ah não. Dorme aqui de novo.
Ri e falei: Não posso. Pretendo ir ao estúdio amanhã cedo e tenho que estudar para as provas, que você não terminou de ajudar.
Ele deu-me um selinho e disse: Eu esqueci de te ajudar, desculpa amor!
Ri e falei: Agora já foi.
Levantei-me e entrei pela porta da cozinha, fui até a escada e Justin disse: Vou ficar te esperando aqui.
Ele sentou-se ao lado da Pattie e corri para o quarto. Peguei minha pequena bolsa e desci até a sala. Justin abriu a porta principal e disse: Ele ainda não chegou.
Abracei a Pattie e saí da casa dele. Justin ficou esperando comigo na garagem, e olhamos para a rua através do enorme portão. Nos sentamos na escada e apoiei com a cabeça em seu ombro. Ele deu-me um beijo no rosto e disse: Assim que eu chegar em Moscou amanhã, eu te ligo.
Concordei e falei: Não vá esquecer.
Ele fez que não com a cabeça e deu-me um selinho. Cruzei os braços em volta de seu pescoço e nos beijamos. Ele passou uma das mãos em meu cabelo e fomos interrompidos pela buzina do meu pai. Não poderia ter esperado um minuto?
Justin disse ainda próximo: Eu te amo.
Ele me levantou e falei: Também amo você.
Justin acenou para que os seguranças abrissem os portões e ele disse ao dar-me um selinho: Cuide de você mesma, enquanto eu não estiver aqui para fazer isso.
Sorri e meu pai disse: Podemos ir?
Fiz que sim com a cabeça e fui até o carro. Entrei no banco ao lado dele e Justin apoiou com as mãos na janela: Boa noite para você também Tom.
Meu pai desviou o olhar e disse despreocupado: Boa noite Bieber.
Dei um selinho no Justin e fomos embora. Falei: Por que veio me buscar?
Ele deu os ombros e disse: Preferia ter voltado á pé?
Fiz que não com a cabeça e falei: Claro que não. Terei que ir ao estúdio amanhã?
Ele disse: Você que sabe. Teremos um dia cheio amanhã, e preciso que você vá com a nova empregada fazer as compras do mês, porque ela ainda não sabe muito como se virar.
Meu pai virou a esquina e logo estacionou na garagem.
Falei: Olha pai, o Justin me deu uma aliança.
Mostrei pra ele, que arqueou as sobrancelhas sem expressão e disse: Interessante. Pelo jeito vocês estão firmes mesmo.
Bom, ele foi seco, mas a reação dele foi melhor do que eu esperava. Concordei e disse: Seríssimo.
Desci do carro e abri a porta. Deixei minha bolsa no sofá como de costume e gritei: Boa noite gente, cheguei.
Lia que estava sentada na poltrona disse no mesmo tom que eu : E ai (Seu nome). Vem ver esse filme.
Falei: Já vou. Preciso de um banho.
Subi as escadas correndo e meu pai disse enquanto me seguia: Já jantou filha?
Assenti e falei: Sim pai. Cadê o Vinícius?
Ele procurou-o com os olhos e disse: Ainda não chegou. Ele saiu com um pessoal da gravação, para comemorar a última cena dessa temporada.
Concordei e disse: Ah sim.
Entrei no meu quarto e fechei a porta. Liguei a tv e abri a janela da varanda, para refrescar. Fui até o closet e separei um conjunto de pijama. Um shorts curto branco e uma regata da mesma cor.
Entrei no banheiro e tranquei a porta. Tomei meu banho e sequei o cabelo ainda de frente para o espelho.
Voltei para o quarto e a Lia estava sentada na minha cama, com as pernas cruzadas enquanto mudava os canais e Vinícius sentado no chão, mexendo no celular.
Falei: Desde quando estão aqui?
Os dois se olharam e ele disse: Faz pouco tempo.
Lia arregalou os olhos e gritou: É uma aliança?
Fiz que sim com a cabeça e corri até ela: Ele me deu hoje. Foi tão lindo.
Ela puxou meu dedo e viu a aliança de perto: É linda! E esse colar?
Mostrei-a e falei: Faz parte do presente. Não é lindo?
Vinícius assentiu com ironia e disse: Oh se é.
Revirei os olhos e disse: Não precisa ser sarcástico.
Ele disse: Mas eu não fui. Só concordei com o que você disse.
Ignorei o que ele disse e falei: Amanhã vocês vão sair?
Lia fez que não com a cabeça e disse: Está louca? Terei que passar o dia todo estudando.
Vinícius disse: Ninguém merece passar uma sexta-feria estudando Lia.
Ela disse: É melhor estudar tudo amanhã, do que ficar presa no fim de semana.
Concordei e falei: Verdade, não tinha pensado nisso. Vou estudar tudo amanhã então.
Vinícius disse: Até que vocês pensam-riu-. Preciso terminar o trabalho de biologia. Você já fez o seu (Seu apelido)?
Fiz que sim com a cabeça e falei: O Justin me ajudou.
Lia disse: Não sabia que ele era bom em bio.
Ri e falei: Ele não é, mas me ajudou mesmo assim.
Saímos do quarto e ficamos na sala vendo tv com o meu pai. A novela não era tão legal, até porque novela não é legal, mas os protagonistas eram adolescentes, então era a salvação. Fui até a cozinha e peguei uma garrafa d'água. As três empregadas pelo jeito já haviam sido liberadas para dormir. Também, deve ser tão cansativo trabalhar o dia todo. Apesar que, meu pai é generoso até. Pelo que eu sei, o horário delas é das 7h30 ás 20h. Fora duas horas livres durante o dia para passear, ou ir para a casa ou sei lá. Porque só uma delas mora aqui. As duas novas estão apenas de teste, digamos assim. Pelo menos foi o que eu entendi.
Como faz falta uma mãe nessa casa. Não vejo a hora da minha vir para a Califórnia. Ela sim, irá sair comigo para todos os lugares, e principalmente fará amizade com a Pattie.
Será que ela sabe que eles já namoraram? Seria uma pena se sem querer eu comentasse sobre esse assunto com ela.
Porém, antes preciso tirar essa história do meu pai. Tenho que aproveitar que o Justin vai para outro país e ter uma conversa séria com o meu pai. Mas como irei falar pra ele, que fiquei sabendo de tudo sendo que o Justin não comentou ''nada'' comigo? Preciso pensar em como irei fazê-lo acreditar, o que não é nada fácil.
Assim que a tal novela acabou, falei: Vou ficar no quarto. Qualquer coisa vão me chamar.
Lia disse: Também vou para o meu.
Subimos as escadas juntas e ela disse: Lembra do Josh?
Fiz que não com a cabeça e falei: Não. Quem é esse?
Ela olhou-me surpresa e disse: O Levine. Ele é alguma coisa da banda do meninos.
Assenti e falei: Ah tá. Agora eu sei quem é. O que tem ele?
Ela disse: Recebi um sms dele, e quer sair com a gente. Tipo, nós três e dois dos meninos. Ele só não me disse quais.
Falei: Quando?
Ela deu os ombros e disse: Acho que amanhã. Topa?
Falei: Vou pensar. O Justin não vai gostar.
Ela disse: Ele manda em você agora?
Fiz que não com a cabeça e falei: Claro que não, mas eu não gostaria se ele saísse com garotas bonitas mesmo que fosse entre amigos, sem a minha presença.
Ela concordou e disse: Você que sabe.
Entrei no meu quarto e fiz minhas higienes. Aproveitei para adiantar todas as lições, e cerca de uma hora depois me deitei para dormir.
Recebi um sms do Justin no mesmo instante:

''Boa noite princesa. Sairei daqui ás 4h da manhã. Eu amo você''.

''Também te amo amor, boa noite. Não esqueça de me ligar assim que chegar''.

Parece que ele adivinha a hora em que eu vou dormir, é incrível. Ou esse garoto anda me vigiando.
Deixei o celular de lado e desliguei o despertador.

[...]

Acordei com a cantoria do Vinícius pela casa, ou melhor, aos berros. Espera, o Vinícius cantando pela casa? Ele já não canta, ainda mais aos gritos?
Passei uma água no rosto e fiz minhas higienes. Saí do uarto rapidamente e coloquei a cabeça para o corredor. Ele estava com os fones de ouvido cantando de um lado para o outro, e assim que me viu disse sorridente: Te acordei?
Fiz que sim com a cabeça e ri: Que horas são?
Ele disse ao olhar na tela do celular: São 10h. Acordei na hora certa. Agora falta a Lia.
Ele continuou cantando e entrou no quarto dela, aumentando cada vez o tom de voz.
Desci até a cozinha e cumprimentei todas as empregadas. Sentei-me na mesa para o café e falei: Qual de vocês vai ao mercado hoje?
A mais jovem veio até mim e disse: Sou eu. O Senhor Hooper disse que a senhorita irá me acompanhar.
Concordei e disse risonha: Vou mesmo. Não precisa de tanta formalidade, pode me chamar de (Seu nome). Que horas você pretende ir?
Ela deu os ombros e disse: Podemos ir daqui a pouco?
Assenti e falei: Claro. Só vou terminar meu café e tomar um banho, aí podemos ir.
Ela concordou e voltou para a copa.
Terminei o café da manhã, e assim que sai da mesa a Lia apareceu com a maior cara de sono e disse: O idiota do Vinícius também te acordou?
Fiz que sim com a cabeça e falei: Faz tempo.
Entrei no quarto e tomei um banho. Vesti uma blusa colada no corpo e um shorts não muito curto. Uma sandália bege e fiz uma trança de raiz no cabelo. Passei um gloss e peguei meus óculos de sol, junto com o meu celular.
Desci as escadas e falei: Podemos ir?
A empregada fez que sim com a cabeça e disse: Iremos com o seu carro?
Fiz que sim com a cabeça e falei: Sim.
Saímos de casa e entramos no meu carro. Falei: Qual seu nome?
Ela disse sorridente: É Jade.
Falei: Ah sim, que nome bonito.
Liguei o rádio e falei: Bom, não sou lá muito boa com as compras, porque meu pai não gosta muito quando eu vou junto, mas como ele pediu, faremos a festa e podemos ir ao shopping. O que acha?
Ela disse: Por mim tudo bem. Não conheço muito de Los Angeles.
Conversamos um tempo, e quando estávamos chegando no mercado, Justin me ligou. Pelo menos era o toque dele. Pedi para que a Jade pegasse meu celular na bolsa e logo atendi-o.

                      -Ligação-

-Fala amor.
-Ei princesa. Acabei de chegar aqui. É tudo muito bonito.
-Imagino. Já está no hotel?
-Que nada. Acabei de sair do aeroporto.
-Ah sim. Deve ter sido uma viagem cansativa.
-E foi. Mas agora está tudo bem. Eu vou à uma boate hoje, tudo bem?
-Boate? Com quem?
-O Za está aqui e o Fredo provavelmente também vai.
-Desde que você tenha noção do que estiver fazendo, vá.
-Eu tenho noção. Agora preciso desligar, amo você.
-Também te amo.

             -Ligação-

Detesto quando ele vai em boates assim, de outra cidade e acompanhado dos amigos. Se ele vai se divertir, eu também vou.

                                  Continuo com 16 comentários 

Esse cap ficou sem graça, porque eu não tive mto temp de escrever. Mas o próximo será bem legal, porque finalmente vai acontecer o que eu quero. Obrigada á todas que estão comentando, e siiim eu sempre leio todos os coments. Uma menina disse ''até parece que você não lê o que eu comento'' e que ''ve se vc me nota aqui ok? parece q vc nem liga quando comento!'' Eu ligo siiiiim, aliás, eu amo quando comentam tipo conversando comigo, só que eu não respondo, mas eu sempre leio. Espero que estejam gostando mesmo dessa fic.
Beijos.

17 comentários:

  1. Será que vai dar merda ? kkkk'

    ResponderExcluir
  2. vish...acho que eles vão se desentender kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. eu to amando cada vez mais essa fic, com vontade de que poste um novo capitulo a cada dia sfnposejfse @hugmebi3bs

    ResponderExcluir
  4. vc ñ me ama!? vc nunca me respondee sempre comento vc ñ faz ideia d qm eu souu! :(((((

    ResponderExcluir
  5. Continua princesa esta muito perfeito amo essa IB de paixão *-*
    beijinhoos :*

    ResponderExcluir
  6. uuuuuuh vai ter treta ? aaaaaa ctnnnn

    ResponderExcluir
  7. aaaaaaaaaaaahahaha , não é pra ter treta não leticia , não agora , eles estão bem ! <3 BEIJOS

    ResponderExcluir
  8. LEEEEEEEEH DE DEUS, KD VC ME AVISANDO.NO TT ??????? @takeyoubiebez continuaa

    ResponderExcluir
  9. ixiiiiiiiiii será que vai dar merda ???kkk' continua logo Lehh ..to amando

    ResponderExcluir
  10. Ahhh amando isso tudo !Jesus é muito bom ler isso hahaha
    Vai demorar muito pra parte hot?husahusa zoa b
    Mas quem ñ gosta ??hahaha CONTINUAAAA
    @Dudinhagarcia2

    ResponderExcluir
  11. vish isso vai da merda com toda a certeza!! kkkkkkk beijoos Leeh @_soutodinhasua

    ResponderExcluir
  12. aaaaaaah meu deus tá lindo aldkald, tipo lindo de bonito
    boei na parte dos boys que a lia disse , era do 1D que ela estav falando ? sou meia
    lezada , nao entendo muito rápido as coisa, mas voltando
    to ate vendo que os dois passeando vai dar merda aí lakdakdka, mas se ele vai se diverdir eu também posso u.u kkkkkk parei now
    e SIM eu estou AMANDO A IB , demais até u.u
    continue logo , sou muito curiosa e preciso saber se vai rolar treta pskaldkal.


    xoxo.duda

    ResponderExcluir
  13. Continuaaaaaaaaaaaaaaaaaa ♥ gnt esse é meu blog me sigam por favor http://imaginebeliebersdreamspossible.blogspot.com.br obg ♥♥♥

    ResponderExcluir
  14. Continuuua please esta mais que perfeitoo vai ter treta??super curiosa
    beijinhooos :*
    @DayahJBismyidol

    ResponderExcluir
  15. continua logooooooooooooooooo, não aguento mais esperar

    ResponderExcluir
  16. Guria você é muitooo foda cara amoooo demais sua IB
    continuaaaa
    beijinhoooos :*
    -Carla

    ResponderExcluir
  17. Isso vai dar merda '-' kkkkkk' tu adora fazer eles brigar neh Le ? Kkkk . Adoreiii awwwwn o Jubs me deu uma aliança awwn kkk' Bjos :*

    ResponderExcluir